Imóveis de Curitiba são os mais valorizados

Em 2016, o estoque dos imóveis de Curitiba reduziu muito, elevando seus preços. Hoje, a cidade lidera o ranking nacional de valorização com um número muito maior que a média

Os últimos anos foram marcados pela estacionada do setor imobiliário. Depois de um período de grande valorização, a crise econômica que atingiu o Brasil fez com que os preços e vendas ficassem estáveis. Porém, desde a segunda metade de 2016, o mercado vem reaquecendo, as condições de compra estão melhorando com a expansão da oferta de crédito e a valorização está aumentando, dando destaque para os imóveis de Curitiba.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a capital paranaense possui mais de 1 milhão e 750 mil habitantes, distribuídos numa área de 435,036km². Assim, os imóveis de Curitiba são um grande número.

Até o ano passado, o estoque de imóveis residenciais novos na capital estava em torno de 10 mil unidades. Nos últimos 12 meses, esse número diminuiu muito, fazendo com que a cidade atingisse o menor índice em seis anos, com 7.814 imóveis em estoque. O resultado foi a valorização dos imóveis na capital.

O Índice FipeZap controla o preço de imóveis em 20 cidades brasileiras. Segundo suas pesquisas, os imóveis de Curitiba tiveram uma valorização de 4,78%, enquanto a média nacional ficou em 0,57%.

Dessa forma, o preço médio do metro quadrado dos imóveis de Curitiba subiu, influenciado por esses números. Em 2015, a média era de R$5.186 por m² e, hoje, esse valor é de R$5.586 o m².

Portanto, quem deseja investir e garantir um imóvel novo, deve aproveitar o bom momento do mercado. Como já foi dito aqui, agora é a hora de comprar! A economia está se estabilizando, as ofertas de crédito se expandindo e os imóveis de Curitiba estão sendo valorizados!

Conheça os empreendimentos que a ACMA tem para oferecer para você garantir um imóvel novo em alguns dos melhores bairros da cidade!

www.acma.eng.br

 

 

Fontes:

https://www.bemparana.com.br/noticia/483594/curitiba-atinge-o-menor-estoque-de-imoveis-novos-dos-ultimos-6-anos

http://paranaportal.uol.com.br/economia/curitiba-lidera-valorizacao-de-imoveis/

http://pr.ricmais.com.br/economia/noticias/curitiba-lidera-ranking-nacional-de-valorizacao-de-imovel/

 

 

 

 

Apartamento studio é uma opção de praticidade

Mais barato e ideal para quem mora sozinho e possui uma vida agitada, o apartamento studio pode ter seu espaço bem aproveitado

Por causa da rotina corrida de hoje em dia, muitas pessoas procuram uma residência mais prática. O apartamento studio é uma das opções desse tipo de imóvel procurado para quem deseja morar sozinho e até por casais sem filhos.

O que é um apartamento studio?

Existem alguns estilos de imóveis parecidos com os studios e, por isso, muitas pessoas se confundem. A quitinete, ou conjugado, é caracterizada por um espaço de até 35m² que comporta tudo em apenas um cômodo. Outro bem conhecido é o loft, que possui uma área maior, mais industrial e moderna. O flat é uma opção para quem realmente não tem tempo e deseja comodidade, tendo serviços de hotel.

O apartamento studio também possui área compacta. Porém, define seu estilo por oferecer a opção de separar o quarto do restante, poder ter uma varanda e por sua localização privilegiada, nas proximidades de mercados, restaurantes e lavanderias.

Viver bem em pouco espaço

Normalmente procurado por pessoas que moram sozinhas (ou até casais sem filhos), por causa do espaço reduzido, o apartamento studio é prático, mas precisa ser bem planejado para que todos os espaços sejam bem aproveitados.

Uma dica útil é trabalhar com móveis sob medida para o apartamento studio. Dessa forma, é possível que o morador acomode seus pertences de forma mais organizada e até inusitada. Vale dar destaque, também, para as cores. Como já foi dito aqui, estas possuem grande influência sobre os ambientes. Para lugares pequenos, tons neutros e claros são ideais para transmitir mais amplitude.

Existe ainda uma questão importante a ser considerada para quem deseja comprar um apartamento studio. Separar o quarto do restante com dry wall, ou mesmo com guarda-roupas para otimizar o espaço, traz mais conforto e privacidade.

A ACMA possui uma excelente opção de apartamento studio de alto padrão, inclusive com terraço privativo, no Edifício Terra Gutierrez. Confira:

Apartamento studio do empreendimento Terra Gutierrez, da ACMA.
Apartamento studio do empreendimento Terra Gutierrez, da ACMA.

Para mais empreendimentos da ACMA acesse nosso site!

Saiba mais:

http://gnt.globo.com/casa-e-decoracao/materias/dicionario-do-ape-conjugado-quitinete-loft-estudio-ou-flat.htm

http://www.vivareal.com.br/vivacorretor/entenda-quais-diferencas-entre-os-tipos-de-imoveis-verticais/

http://ahsim.com.br/revista/como-aproveitar-melhor-o-espaco-em-um-studio/

http://varalstore.com/blog/dicas-de-decoracao-para-apartamento-studio/

http://www.lopes.com.br/blog/decoracao-paisagismo/5-truques-decorar-apartamentos-studios/#axzz4W2mt9lhj

http://www1.folha.uol.com.br/sobretudo/morar/2016/08/1807370-compactos-versateis-estao-entre-os-imoveis-mais-procurados-em-sp.shtml

https://www.tuacasa.com.br/inspiracao-de-studio-decorado/

Financiamento direto com a ACMA Construções Civis é vantagem

Imóveis acima de R$350 mil possuem taxas de juros melhores em financiamento direto com a construtora

Na hora de comprar a casa própria é preciso pensar em vários detalhes, como localização, face, distância do trabalho, planta, tamanho e, claro, o dinheiro que se tem no bolso. Para este último, existe uma variação de benefícios, que dependem do valor do imóvel e da quantidade de dinheiro na conta. A compra de imóveis de alto padrão, por exemplo, é muito mais vantajosa quando é feita via financiamento direto com a construtora.

Os imóveis da ACMA se encaixam nesse perfil, já que o excelente acabamento e localizações privilegiadas os tornam de alto padrão. Dessa forma, os compradores podem negociar direto com a construtora o pagamento em até 30 parcelas.

Qual a diferença entre financiamento direto com a construtora e com o banco?

Incorporadoras que vendem imóveis na planta tendem a oferecer um financiamento próprio. Por isso, surge a dúvida se o comprador deve, ou não, seguir essa estratégia.

O tempo que vai levar o pagamento e as taxas de juros aplicadas sobre este são as maiores diferenças entre o financiamento direto com a construtora ou via banco. Os prazos bancários são maiores, podendo chegar até 30 anos. Já os juros tendem ser muitos parecidos.

Porém, os imóveis acima de R$350 mil são considerados fora do Sistema Financeiro de Habitação (SFH). Este sistema visa ajudar pessoas de classe mais baixa a garantir a compra da casa própria, empregando recursos do FGTS e da poupança para aquisição ou construção de residências. Sendo assim, para imóveis de alto padrão, nada melhor do que financiamento direto com a construtora.

Isso acontece porque, mesmo com prazos maiores oferecidos pelo banco, é aplicada a correção do saldo devedor pela Taxa Referencial e mais juros de 12%. Além de não haver juros na fase de obra quando o imóvel é comprado na planta, o financiamento direto com a construtora apresenta maior flexibilidade que o bancário.

As incorporadoras permitem, por exemplo, os famosos “balões”, que são utilizados no caso de o cliente ganhar um dinheiro extra e desejar amortizar um valor maior de uma vez só. Ou então, caso haja atraso de uma ou duas parcelas, o comprador tem a possibilidade de negociar com a construtora, sem se complicar e, por isso, até compradores de imóveis abaixo de R$150 mil procuram realizar o financiamento direto com a construtora.

Conheça os empreendimentos da ACMA e saiba mais sobre a opção de financiamento direto com a construtora: www.acma.eng.br

Fontes:

http://comocomprarumapartamento.com.br/financiamento/financiamento-com-a-construtora-ou-com-o-banco-qual-e-melhor/

http://revista.zapimoveis.com.br/e-melhor-dever-ao-banco-ou-a-construtora/

http://educandoseubolso.blog.br/2015/07/09/financiamento-habitacional-direto-pela-construtora-vale-a-pena/

https://www.melhortaxa.com.br/entenda-o-credito/qual-e-a-diferenca-entre-sfh-ou-sfi-/100094

Decoração fácil para fazer com as próprias mãos

Com tinta, vidros, adesivos e criatividade é possível mudar a cara da sua casa com uma decoração fácil e barata

Com o passar do tempo, a decoração da casa vai enjoando ou até ficando muito antiquada. Aí surge a vontade de mudar, mas não é sempre que se tem tempo e dinheiro para uma reforma, não é mesmo? Mas, há várias opções de decoração fácil e barata que podem ser feitas com as próprias mãos e que já vão trazer novos ares para o ambiente.

Decoração fácil para fazer com as próprias mãos?

Existem maneiras de mudar completamente a cara de um cômodo sem gastar muito ou passar por uma reforma. As paredes são um exemplo de como você pode alterar o visual da sua casa com uma decoração fácil e barata.

Em 2017, está em alta a parede de tijolinhos. Estas podem ser feitas de várias maneiras! Uma delas é remover o revestimento da própria parede, se tornando uma parede de demolição com o próprio tijolo da construção à vista, com ou sem pintura. Porém, há maneiras mais simples de se fazer essa decoração. Hoje em dia, existem revestimentos com essa textura, assim como adesivos e papéis de parede, que você mesmo pode aplicar.

Garrafas velhas também são uma boa escolha para mudar tudo com uma decoração fácil. Basta lavá-las, colocar uma boa quantidade de tinta por dentro, girar para que fique tudo com a mesma cor, deixar secar e pronto! Um novo vaso trazendo novas cores para sua casa! E para os hábeis em elétrica, criar um novo abajur é também uma ótima alternativa!

Com algumas latinhas e tinta na cor que preferir, surgem potinhos para guardar o que quiser (talheres, canetas, pincéis de maquiagem). Assim, além de mais cor, você traz mais organização para o cômodo com essa dica de decoração fácil!

Pesquise e solte sua criatividade. Não precisa gastar dinheiro e nem ser complicado, basta escolher uma opção de decoração fácil e que pode ser feita com as próprias mãos para sua casa ficar de cara nova em 2017!

Para mais dicas de decoração e informações, ou comprar um imóvel novo: https://www.acma.eng.br/portal

Saiba como colocar em prática as dicas acima e pegue mais ideias:

http://minhacasaminhacara.com.br/porta-treco-de-lata-de-aluminio-passo-passo/

http://minhacasaminhacara.com.br/como-reformar-seu-movel-com-adesivo/

http://casaeconstrucao.org/decoracao/decoracao-faca-voce-mesmo/

http://www.dcorevoce.com.br/decoracao-barata-25-ideias-que-irao-mudar-sua-casa/

 

Ambientes internos são influenciados pelas cores

Cada cor inspira um sentimento diferente, sendo adequada para determinados ambientes internos e propósitos

As cores estão constantemente presentes em nosso dia-a-dia, seja na cor da roupa, do cabelo, da unha, das lentes dos óculos…enfim, estão presentes em tudo! Já é conhecida a sua influência na publicidade e marcas, mas, você sabia que as cores também trazem sensações para os ambientes internos?

Elas são uma percepção visual captada pelo olho humano, com ajuda da luz. Um objeto tem sua cor definida pela frequência da onda refletida, ficando da cor referente às ondas não absorvidas. Ou seja, se um objeto refletir ondas correspondentes a todas as cores, exceto ao amarelo, ele vai ser de cor amarela!

Em ambientes internos, esta citada acima, que é a mais clara depois do branco, traz luminosidade e calor, sendo perfeita para lugares escuros e grandes, já que deixa tudo mais aconchegante. Em escolas, salas de estudos e escritórios são muito comuns tons de marrom, já que essa cor estimula o conhecimento e a concentração.

Para os quartos, pode ser utilizado o azul, pois traz calma e tranquilidade para os ambientes internos. Mas, se a vontade é trazer mais feminilidade e sensualidade para o dormitório (principalmente para dormitórios de casal), o ideal é apostar em tons de vermelho, roxo, lilás e rosa. Lembrando que, para os ambientes internos não ficarem pesados, é bom investir em detalhes, ou acessórios com essas cores, como: almofadas, abajures, lustres ou até pequenas paredes.

O verde é ótimo para trazer sensação de natureza e combinar com madeira, mantendo a cor original, uma vez que não aumenta a incidência de luz. Como já foi falado aqui, para 2017, as cores do momento na decoração de ambientes internos são o verde militar e o verde ‘Greenery’.

A grande aposta da Pantone é a segunda opção. Um verde “folhagem” traz vida e alegria para os ambientes internos, podendo ser usado apenas em detalhes (para os mais discretos) e até em móveis e paredes inteiras (para quem for mais ousado). Veja abaixo o vídeo de divulgação da cor pela Pantone:

Fique ligado nas tendências de decoração para 2017, seja ousado e mude a cara dos ambientes internos da sua casa!

Saiba mais e conheça opções de imóveis para garantir o ano com casa nova: https://www.acma.eng.br/portal

Fontes:

http://www.casaadorada.com.br/2013/05/a-influencia-da-cor-nos-ambientes.html

http://construfacilrj.com.br/psicologia-das-cores-nos-ambientes/

https://pt.wikipedia.org/wiki/Cor

http://www.bonde.com.br/casa-e-decoracao/interiores/entenda-a-influencia-da-cor-das-paredes-nos-ambientes-151401.html

 

Apartamentos e a maneira de cultivar plantas

Nem todas as plantas se adaptam a pequenos espaços, mas existem sim variedades adequadas para apartamentos de diferentes tamanhos

Um dos maiores dilemas de quem mora em apartamentos é: como cultivar plantas em um espaço pequeno? Isso não é um problema, se o morador fizer a escolha certa. Basta pensar se o local recebe luz, qual seu tamanho e como será a dedicação do proprietário. Existem tipos pequenos e fáceis de cuidar que são perfeitos para trazer vida aos apartamentos.

A jardinagem traz vários benefícios, não só ao ambiente, como também à saúde. Estudos comprovam que esta atividade, além de ser um exercício físico, alivia o estresse e melhora a saúde cerebral e mental, já que o contato com a terra produz serotonina, ajudando a melhorar o humor e a trazer felicidade. Por isso, é bom achar alternativas para a prática, mesmo em apartamentos.

Além disso, folhagens verdes, flores e até frutas (as que são possíveis de serem cultivadas em vasos, como os morangos) trazem mais vida, alegria e algumas chegam até a purificar o ambiente. Apartamentos que possuem uma sacada com um bom espaço e sem incidência direta do Sol, podem acomodar até alguns tipos de palmeiras em vasos, como: ráfis, camedórea-elegante, chamaedórea e areca.

Para apartamentos sem sacada, é possível cultivar pequenas plantas em vasinhos e até xícaras, que podem ficar na base de uma janela ou em um móvel. As opções são minicactos, suculentas, rosas de pedra e lanças de São Jorge. Já para trazer cor, há diversos tamanhos de flores. Aposte em begônias, gérberas, violetas, antúrios, lírios da paz, bromélias e azaleias, sendo esta última a única que exige exposição direta ao Sol.

Algumas plantas, além de embelezar os apartamentos, são capazes de purificar e umidificar o ar. É o caso de algumas acima e também da aloe vera (babosa), que elimina os poluentes de produtos de limpeza; bambu; jiboia e a dracena marginata (Dracena-de-Madagascar), que é capaz de remover toxinas do ar.

Agora você sabe que pode morar em um apartamento e ainda assim manter a natureza em seu lar. Invista em pequenos jardins de vaso e transforme seu lar!

Saiba mais e conheça os apartamentos que a ACMA tem como opção para você: https://www.acma.eng.br/portal/

Fontes:

http://infograficos.oglobo.globo.com/economia/imoveis/10-plantas-para-purificar-o-ar-da-casa/1-aloe-vera-9872.html#description_text

https://www.nexojornal.com.br/expresso/2016/04/13/Por-que-a-jardinagem-faz-bem-para-a-sua-sa%C3%BAde

https://www.hometeka.com.br/inspire-se/22-plantas-para-cultivar-em-apartamento/

http://claudia.abril.com.br/sua-vida/20-plantas-para-ambientes-fechados/

http://revistacasaejardim.globo.com/Casa-e-Jardim/Paisagismo/noticia/2016/05/13-plantas-para-cultivar-dentro-de-casa.html