Quarto de criança: aposte em decorações divertidas

Confira algumas ideias de como decorar um quarto de criança e deixe os seus filhos ainda mais à vontade.

Independentemente da idade, o quarto é um refúgio para as pessoas – ainda mais para as crianças, onde brincam, estudam e crescem. Um quarto de criança precisa ter, acima de tudo, características que influenciam e que também sejam influenciadas pela personalidade do pequeno. Além disso, o ambiente também precisa ser relaxante e confortável, pois, afinal, será nele que os momentos de descanso serão aproveitados.

Mas, que tipo de decoração um quarto de criança pode ter? Confira algumas dicas abaixo:

Papel de parede

Elementos que são do gosto pessoal da criança é fundamental na decoração de seu quarto. Por isso, uma ótima solução são os papéis de parede com estampas, que podem ter ou não personagens de desenhos animados favoritos por parte do pequeno.

Além dos papéis de paredes – ou adesivos, por serem mais discretos, mas não menos divertidos –, acrescentar uma cor diferente em uma das paredes também pode auxiliar na decoração e não deixa o ambiente carregado.

Móveis funcionais e coloridos

Vários são os móveis que possuem mais de uma função, e são justamente esses que dão um toque mais criativo a um quarto de criança. Beliche com saída para escorregador, pallets que viram bancos e até prateleiras coloridas são ótimas opções para a criança se divertir dentro do seu próprio quarto.

Os diferentes cantinhos

Apostar nos diferentes cantinhos no quarto de criança é garantia de encontrar tudo em um mesmo espaço. Portanto, cantinhos da leitura, da pintura e do estudo podem ser aliados na hora do seu filho se sentir à vontade no cômodo.

Se você está procurando uma nova opção de imóvel para morar, a solução pode estar em um de nossos empreendimentos: conheça o Terra Gutierrez e o Água Batel.

Fontes:

https://revista.zapimoveis.com.br/ideias-criativas-para-renovar-o-quarto-das-criancas/

https://www.dicasdemulher.com.br/dicas-de-decoracao-para-quarto-infantil/

Venda de imóveis sobe 40% em julho, segundo pesquisa

Em comparação ao mesmo período de 2016, a venda de imóveis de julho deste ano é otimista.

O mês de julho foi bastante otimista para o mercado imobiliário brasileiro. Isso se deve ao fato da venda de imóveis, nesse mês, ter soma total líquida de 5.130 unidades, 40% a mais com relação a junho. Os dados são de uma pesquisa realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) junto da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc).

Esses dados positivos, porém, podem ser consequência da queda do preço dos imóveis – 0,5% de janeiro a agosto deste ano, segundo o Índice FipeZap. Só no último mês, para exemplificar, o valor dos imóveis registrou queda de 0,12%. Dentre as cidades pesquisadas, as maiores reduções nesse valor foram registradas no Distrito Federal, Rio de Janeiro e Goiânia. Curitiba, por sua vez, além de não ter tido queda no valor dos imóveis em agosto (a cidade registrou um aumento de 0,17%), apresenta um valor médio do metro quadrado de R$ 5.684.

Mesmo com todo esse cenário, a recuperação do mercado está cada vez mais visível com esse aumento na venda de imóveis. No acumulado do ano de 2017, as vendas líquidas somam 37.571 unidades, enquanto os lançamentos totalizaram 30.530 unidades. Já os distratos, isto é, a desistência da compra ou venda de imóveis na planta, foram de 20.643 unidades – 22,3% a menos do que em 2016.

A pesquisa que comprova o aumento da venda de imóveis foi realizada com imóveis novos, dos setores residencial, comercial e loteamentos de empresas associadas à Abrainc.

Está procurando um imóvel novo para morar, ou é corretor imobiliário pronto para vender? Conheça os empreendimentos alto padrão da ACMA, localizados em um dos bairros mais nobres de Curitiba!

 

Os artigos usados como base para este texto são:

http://exame.abril.com.br/economia/vendas-de-imoveis-sobem-40-em-julho-mostram-fipe-e-abrainc/

http://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/precos-de-imoveis-caem-pelo-sexto-mes-consecutivo-aponta-fipezap/

Flores para apartamento: um charme a mais para o seu lar

Conheça as melhores flores para apartamento e dê ainda mais beleza ao seu.

Morar em apartamento não significa abrir mão da beleza que a primavera proporciona. Na estação mais florida do ano, nada mais justo do que deixar o seu lar mais charmoso – e, por isso, separamos algumas dicas de flores para apartamento para te ajudar.

Violeta

Essa flor normalmente é plantada em vasos pequenos e necessita ser regada entre duas a três vezes por semana. Por conta de sua variedade de cores, é excelente para embelezar qualquer canto da casa – só tome cuidado para não expô-la diretamente ao sol.

Orquídea

Muito utilizadas tanto na decoração de um jardim externo quanto no espaço interno, as orquídeas trazem um ar de sofisticação a determinados cômodos – a sala de estar, por exemplo. Como existem várias espécies dessa flor no mercado, a dica é investir na orquídea borboleta ou na phalaenopsis, pois são as que melhor se adaptam a um ambiente interior.

Gérbera

Bem coloridas e cheias de vida, as gérberas têm o poder de alegrar o ambiente. Ao contrário das violetas, essas flores precisam de luz solar regularmente, bem como água.

Begônia

As begônias são flores que não são adeptas a vento e calor excessivo – logo, são perfeitas para a sua sala de estar, de jantar ou varanda. Você tem a opção de plantá-las tanto em um vaso quanto em um canteiro, caso seu apartamento tenha um jardim.

Lavanda

Simples e que pode ser plantada durante todo o ano, a lavanda é uma flor que pode ficar em solo ou em vasos – de barro ou cimento, preferencialmente. Normalmente usada como aromatizador natural, ela requer pelo menos 3 a 4 horas de sol por dia.

Depois de toda essa lista, nada melhor do que aplicá-la na prática. Conheça os nossos empreendimentos e divirta-se!

Fontes:

http://sustentabilidade.estadao.com.br/blogs/flores-de-lulu/cultive-lavanda-em-sua-casa-e-mantenha-os-ambientes-tranquilos-e-perfumados/

https://www.homify.com.br/livros_de_ideias/322030/11-tipos-de-plantas-perfeitas-para-o-seu-apartamento

https://www.lojaskd.com.br/blog/plantas-para-apartamento/

https://www.hometeka.com.br/inspire-se/22-plantas-para-cultivar-em-apartamento/

Vizinho inconveniente? Conheça as regras de convivência

Convivência com vizinho nunca é fácil. Mas, basta ter bom senso e seguir algumas regras de etiqueta para manter o ambiente agradável para todos.

Você já ouviu falar da ‘política da boa vizinhança’? Isso não deve ser apenas um modo de dizer, mas sim aplicado no dia-a-dia. Chegar em casa de um dia de trabalho cansativo e se estressar com os barulhos do vizinho ou curtir o fim de semana e exceder o horário da festa, acumulando muito lixo não são bons exemplos da prática da boa convivência. Como sabemos que estes são problemas comuns, nos separamos algumas dicas de etiqueta.

Barulho ou perturbação do sossego

Sendo a reclamação mais comum, este item representa 60% das ligações via 190 nos finais de semana de Curitiba. Mas, o que é considerado perturbação do sossego? Gritos, uso abusivo de instrumentos sonoros, algazarra, provocar o barulho animal ou exercer profissão ruidosa configuram como tal, podendo resultar inclusive na multa ou reclusão do indivíduo, de acordo com o artigo 42 da Lei Federal das Contravenções Penais, Lei nº 3.688/ 41.

Além disso, para quem é vizinho de apartamento deve tomar cuidado com outros barulhos comuns, como o de salto alto, de arrastar móveis, de latidos de cachorros e até de falar ou brigar muito alto.

Lixo

Para quem mora fora de condomínio, é preciso sempre prestar atenção aos dias e horários do lixeiro, para não acumular lixo, prejudicando a aparência da rua e até a passagem na calçada. Ainda assim, deve-se observar que o saco não esteja furado e nem deixar no chão, para evitar que animais rasguem as sacolas e espalhem lixo pela vizinhança. Já quem mora em condomínio, precisa seguir as regras do regulamento interno para manter a ordem.

Reforma

Para evitar incômodo aos outros, é sempre importante respeitar o horário comercial. Se você mora em condomínio, é preciso também levar em consideração as regras internas, inclusive em relação ao que é permitido ou não fazer. Uma obra indevida pode causar infiltração ou até comprometer a estrutura de um prédio.

Garagem

Como já falamos aqui no blog, problemas com o vizinho de garagem também são comuns. Como não incomodar neste caso? Simples! Basta respeitar os limites da sua vaga, tomar cuidado ao manobrar e abrir as portas e verificar a permissão com o condomínio antes de deixar algo a mais na garagem, como bicicletas, armários e ferramentas.

Como proceder?

Caso o seu vizinho o esteja incomodando, o primeiro passo é trabalhar a tolerância. Às vezes, foi apenas uma festa, um dia. Se o problema continuar, nada de medidas drásticas ainda. Converse com ele. É sempre bom conhecer a vizinhança, já que às vezes pode ser necessária uma ajuda e é bom poder contar com quem mora próximo.

Caso a conversa não resolva e o seu vizinho seja uma pessoa que não se esforça para uma boa convivência, é hora de agir de forma mais séria. Se você mora em apartamento, converse com seu síndico sobre advertência e aplicação de multa. Caso contrário, ligue para a Central de Atendimento Telefônico, no 156, ou, em casos mais sérios, para a polícia, no 190.

Quer morar em uma vizinhança tranquila? Conheça os empreendimentos da ACMA e fique sossegado!

Fontes:

http://delas.ig.com.br/casa/servicos/guia-pratico-da-boa-convivencia-em-condominios/n1237631555046.html

http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2012/08/voce_ag/servicos/192-como-ser-um-bom-vizinho-em-10-licoes.html

http://revistacasaejardim.globo.com/Casa-e-Jardim/Dicas/noticia/2015/03/lei-do-silencio-como-lidar-com-vizinhos-barulhentos.html

http://www.tribunapr.com.br/noticias/curitiba-regiao/demandas-de-perturbacao-do-sossego-representam-60-das-ligacoes-via-190-no-final-de-semana/