Caixa facilita financiamento e quem aproveita é você!

O setor imobiliário vem se aquecendo novamente e recebeu com esperança e otimismo as novidades anunciadas pela da Caixa Econômica (CEF) de facilitar o financiamento, tanto para os compradores de imóveis quanto para as construtoras. Entidades e empresas acreditam que a movimentação do banco é um bom indicativo para o mercado e traz confiança ao setor, e nós da ACMA concordamos!

A primeira iniciativa foi anunciada na semana passada e já está valendo. Agora o Sistema Financeiro Imobiliário (SFI) – que não utiliza recursos do FGTS  – passa a financiar imóveis até R$ 3 milhões, o dobro do limite anterior, que era de R$ 1,5 milhão. O percentual financiável do valor do imóvel também mudou: subiu de 60% para 70% para imóveis usados e de 70% para 80% no caso dos novos.

Vale lembrar que a Caixa é o principal banco financiador do segmento imobiliário do País e suas decisões acabam influenciando a oferta de crédito pelos demais bancos públicos e privados! O financiamento é a mola do setor, então ter um crédito garantido é uma notícia muito boa para todos os segmentos.

Outra iniciativa da CEF, voltada diretamente para as empresas de construção, a retomada do Plano Empresário da Construção Civil – parado desde maio de 2015 – gerou uma reação muito mais positiva de toda a cadeia. Através dessa linha de crédito, a Caixa irá liberar 10 bilhões para custear obras e o valor é quitado pelas construtoras, após a conclusão do empreendimento, por meio da venda ou financiamento das unidades. Esse benefício, no entanto, é aplicado para investimentos do Sistema Financeiro de Habitação (SFH), que inclui imóveis de até R$ 650 mil (R$ 750 mil apenas para SP, RJ, MG e DF).

Os resultados da oferta de crédito nos indicadores de compra serão percebidos de forma mais clara a partir do próximo ano. O lado bom será na geração de empregos, já que os canteiros de obra vão exigir mais mobilização.  Já o nível de atividade da construção vem apresentando melhora, segundo o levantamento de junho realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O índice foi de 41,2, enquanto no mês de maio era de 40,1. Quanto mais o número se aproxima de 50, menor é a retração do setor.

Se você busca uma moradia de alto padrão em Curitiba, em localização valorizada, segura e com todas as vantagens que a cidade oferece, confira nossos empreendimentos:

https://www.acma.eng.br/portal/imovel/edificio-terra-gutierrez/

https://www.acma.eng.br/portal/imovel/edificio-agua-batel/

Fonte: http://goo.gl/PC7t3q