Ar condicionado no inverno: conheça os principais modelos

Ar condicionado no inverno: conheça os principais modelos.

E chegou a estação mais fria do ano! Você sabia que comprar ar condicionado no inverno é uma boa opção? Além de encontrar preços mais baixos, os modelos que têm a função aquecimento garantem o conforto térmico dentro de casa.

Nas cidades mais frias do Sul, como Curitiba, muita gente lembra só dos aquecedores. Mas o ar condicionado também deixa o ambiente quente e aconchegante, e com as seguintes vantagens:

  • Filtra o ar do ambiente, eliminando poeira, mofo, vírus e bactérias, diminuindo o risco de doenças;
  • A diferença de preço entre um ar condicionado apenas frio e os com ciclo reverso (frio e calor) é pouca, e você não precisará mais dos aquecedores.

Confira os principais modelos de ar condicionado e se aqueça nesse inverno:

Portátil

Para quem busca mobilidade, o ar condicionado portátil não requer instalação permanente, e os preços são mais acessíveis. A desvantagem é que não são tão eficientes como os fixos.

De janela

São eficientes para ambientes pequenos, e o sistema de escape de ar quente fica voltado para fora, através da janela ou abertura na parede. Alguns modelos são barulhentos e consomem muita energia.

Split tradicional

Os splits são sistemas mais modernos, de alta eficiência, mais silenciosos e discretos. Um condensador é instalado ao ar livre, e uma evaporadora compacta fica para dentro do ambiente.

Split cassete

É o mesmo sistema do split tradicional, mas adaptado ao teto do ambiente. Proporciona melhor climatização, sendo indicado para escritórios e ambientes maiores.

Sistemas VRF

O VRF (Fluxo de Refrigerante Variável) funciona com uma unidade central ligada a múltiplas unidades internas, proporcionando climatização completa. É cada vez mais utilizado nos Edifícios Verdes.

Conheça a ACMA Construções Civis

A ACMA constrói imóveis de elevado padrão com diferenciais exclusivos, entre os quais a arquitetura, a localização e os itens de conforto.

Oferecemos moradias com o melhor aproveitamento do espaço interno e o máximo de área privativa. Entregamos imóveis fora do comum, plenamente identificados com as expectativas dos clientes.

Conheça nossos lançamentos.

Fontes:

Passo a passo para a instalação de ar condicionado do tipo Split

A instalação de um aparelho de ar condicionado do tipo Split requer compatibilidade das unidades condensadora e evaporadora. Veja um passo a passo para a instalação:

1 – O primeiro passo é checar se há compatibilidade entre a tensão da rede e a tensão nominal do equipamento de ar condicionado.

2 – A unidade condensadora deve ser instalada no ambiente externo, em local seco e ventilado e com pouca circulação de pessoas. Não deve ficar próximo a fontes de calor ou vapor, exautores, gases inflamáveis e protegido das chuvas fortes e ventos. A condensadora deve ficar apoiada sobre um piso firme de concreto. Para evitar ruídos, é recomendável utilizar pés de borracha para calçar a unidade.

3 – A evaporadora deve ficar posicionada de forma a permitir a circulação do ar em todo o ambiente e instalada com distâncias que facilitem serviços de manutenções ou reparos. Uma recomendação é instalá-la a uma distância de 2,30 m do piso e a 20 centímetros do teto.

4 – Posicione o suporte de fixação da evaporadora de maneira que fique nivelado e prevendo a passagem da tubulação de dreno, fluído refrigerante e da interligação elétrica.

5 – A instalação da tubulação de interligação do fluído refrigerante, rede elétrica e dreno deve ser planejada para se evitar a migração do líquido que pode quebrar o compressor.

6 – Estime o comprimento linear (soma dos trechos retos) para saber o comprimento equivalente, que leva em conta o número de curvas.

7 – Uma tubulação curta pode apresentar muitos ruídos. Para saber o diâmetro adequado das tubulações consulte o manual de instalação.

8 – Instale as conexões elétricas na unidade externa. Calcule o tamanho e corte o cabo de alimentação e comando. Desencape o cabo e corte os fios e instale os terminais elétricos.

9 – Ligue os terminais na ponteira da unidade transformadora.

10 – Repita a mesma sequência de instalação da unidade interna.

11 – Faça o aterramento.

12 – Para garantir o sucesso da instalação é preciso fazer o teste de vácuo. Para isso, é necessário uma bomba de vácuo e o aparelho vacuômetro. Conecte as mangueiras do vacuômetro nas válvulas de serviço. Se o teste de vácuo não for bem executado, os gases incondensáveis podem afetar eficiência do equipamento. Através desse processo, os gases incondensáveis como o ar, nitrogênio e a umidade são retirados de dentro da evaporadora e da tubulação. A umidade provoca alteração na densidade do óleo do ar e a formação de um ácido que atinge o verniz do bobinado do compressor levando-o à queima precoce.

13 – Faça o teste de funcionamento no equipamento, checando a alimentação elétrica. Depois, indique no controle remoto a temperatura desejada. Após 20 minutos, teste a temperatura do ar na entrada e na saída do equipamento. A diferença deve ser entre 8 e 10 graus Celsius. O aparelho de ar condicionado requer limpeza periódica do filtro e revisões feitas por profissionais.