Como limpar estofados manchados

Veja algumas dicas de como limpar estofados manchados e mantenha os seus sempre novos

Quem tem criança, gato ou cachorro em casa precisa saber como limpar estofados manchados. Desista de tentar investigar como ou quando eles conseguiram fazer isso. O fato é que essa combinação quase sempre resulta em manchas nos sofás, almofadas e por aí vai.

Separamos algumas dicas de como limpar estofados manchados, para você não esquentar a cabeça com pequenos acidentes que irão acontecer:

Seja ágil

Quanto mais rápido você começar a limpar a mancha, mais facilmente ela será removida. Se você derrubou vinho ou suco no tecido, use primeiro papel-toalha para absorver o excesso.  Depois passe sabão líquido sobre a mancha e esfregue com escova de nylon.

Manchas de mostarda, ketchup e molhos podem ser removidas com bicarbonato de sódio. Espalhe-o sobre a mancha até que o pó seja absorvido, e borrife vinagre branco. Em seguida esfregue com uma escova de fibra de coco.

Manchas de gordura

Para manchas de gordura, o ideal é raspar toda a sujeira com uma espátula emborrachada. Depois passe aspirador e aplique uma mistura de 2 colheres de detergente neutro diluídos em 100 ml de água morna. Mexa até formar espuma e esfregue somente com ela em uma esponja macia. Enxague a esponja e troque a água se necessário.

Para peças de couro, substitua o detergente por sabão de coco. Aplique o sabão e passe levemente um pano limpo e seco até secar o máximo possível. Não use produtos abrasivos, que podem desidratar o couro.

Manutenção Semanal

Para manter o estofado com cara de novo e sempre limpo, o ideal é uma limpeza semanal. Misture 280 ml de vinagre branco em 1 litro de água morna, e passe com um pano úmido. Depois seque com outro pano, sem expor o tecido ao sol.

Proteção extra

Mas se os pequenos ou os pets na sua casa estão naquela fase enlouquecedora, a solução é aplicar uma proteção extra nos estofados. Mantas e capas protegem o sofá e são mais fáceis de lavar ou ser substituídas. E a impermeabilização do tecido também costuma ser um investimento que vale a pena em estofados que sofrem muitos ataques.

 

CONHEÇA A ACMA CONSTRUÇÕES CIVIS

A ACMA constrói imóveis de elevado padrão com diferenciais exclusivos, entre os quais a arquitetura, a localização e os itens de conforto.

Oferecemos moradias com o melhor aproveitamento do espaço interno e o máximo de área privativa. Entregamos imóveis fora do comum, plenamente identificados com as expectativas dos clientes.

Conheça nossos lançamentos clicando aqui.

 

Confira dicas de segurança para o lar e viaje com tranquilidade

Com algumas dicas de segurança para o lar você pode aproveitar seu descanso em paz

Sair de férias é uma delícia, mas deixar a casa sozinha sempre causa um certo desconforto. Para evitar imprevistos, especialistas em segurança alertam sobre algumas precauções para evitar que seu lar vire alvo fácil para os ladrões. Algumas atitudes simples que podem garantir a segurança das residências, enquanto a família viaja de férias.

Confira!

  • Não comente sobre sua viagem perto de pessoas estranhas, por mais empolgado que esteja.
  • Coloque as malas no carro dentro da garagem.
  • Evite divulgar fotos e informações sobre sua estadia nas redes sociais. Deixe para postar quando estiver de volta 😉
  • Entregue uma chave para um amigo, colega de trabalho ou parente em caso de emergência.
  • Avise um vizinho de confiança sobre o período que vai passar fora. Aproveite e deixe seus contatos e os da pessoa que ficou com sua chave com ele.
  • Peça para alguém visitar sua casa esporadicamente. Abrir as janelas e regar o jardim são sinais que mostram que a casa não está vazia. Diga que traz uma lembrancinha da viagem de compensação!
  • É assinante de jornal ou revista? Suspenda a entrega ou peça para um vizinho recolher. O acumulo de correspondência na porta denuncia que não há ninguém.
  • Se você mora em condomínio, o síndico deve ser informado sobre quem está autorizado a entrar em sua casa ou apartamento. Isso é importantíssimo.
  • Joias e dinheiro devem ficar em cofre de bancos ou empresas privadas, nunca em casa durante este período.
  • Feche os ralos e as tampas dos vasos sanitários e esvazie as lixeiras antes de sair.
  • Os aparelhos eletrodomésticos devem ficar fora das tomadas para evitar acidentes. Exceto a geladeira. Porém, se ela estiver vazia, deixe-a limpa, seca e com a porta aberta.
  • Feche também o registro geral do gás e da água.
  • Desligue a chama-piloto do aquecedor a gás ou a chave do aquecimento elétrico de água.
  • Deixar luzes acesas tem efeito contrário do que pensamos. Como ela não será apagada por vários dias é possível notar que não tem ninguém em casa.
  • Se possível deixe o telefone sem toque e não mude a mensagem da caixa eletrônica avisando que está ausente. Desligar a campainha também é uma dica importante.
  • Tranque bem portas e janelas, inclusive as dos cômodos assim você evita o fácil acesso aos ambientes da casa. Reforce a porta da frente com fechaduras auxiliares, mas não coloque cadeado do lado externo do portão, isso denuncia a ausência prolongada dos moradores.

Com estas dicas sua viagem será muito mais tranquila e com menos chance de surpresas desagradáveis na volta! Na ACMA você encontra imóveis seguros e de elevado padrão de qualidade com diferenciais exclusivos, entre os quais a arquitetura, a localização e os itens de conforto são prioridade.

Conheça nossos empreendimentos e escolha o imóvel dos seus sonhos:

  • Terra Gutierrez https://www.acma.eng.br/portal/imovel/edificio-terra-gutierrez/
  • Água Batel https://www.acma.eng.br/portal/imovel/edificio-agua-batel/

Entre em contato com nossos colaboradores e saiba mais sobre nossas condições especiais de pagamento pelo telefone (41) 3322-1929.

Fonte: http://goo.gl/Dnu7u215

Venda de usados é a maior dos últimos oito meses

O mercado de venda de imóveis usados parece estar recuperando o fôlego. Em fevereiro, a comercialização de unidades residenciais foi a maior dos últimos oito meses e somou 610 unidades. De acordo com os especialistas, a retração no lançamento de novas unidades é um dos fatores que têm favorecido o mercado de usados.

Como boa parte dos empreendimentos novos estão prontos, ou em fase final de obras, eles demandam um volume de entrada semelhante ao necessário para a aquisição de uma unidade usada. Como o usado é mais barato, uma parcela dos clientes continua migrando para este mercado e isso é uma tendência que continuará.

A postura de alguns proprietários em relação à adequação dos preços para “um valor real de mercado” – acompanhando o movimento de reajustes moderados dos imóveis novos – é outro ponto que estimula as negociações! Em fevereiro, o preço médio do m² total das unidades era de R$ 3.529,15, 5% superior ao praticado no mesmo mês de 2015.

Estoque

Embalado pelo aumento nas negociações, o estoque de imóveis usados também caiu na cidade. Em fevereiro, o número de unidades à venda chegou perto dos 20,3 mil imóveis, menor número desde agosto de 2015.

Para 2016, os especialistas estão otimistas quanto ao cenário que se desenha para o setor, principalmente após a elevação do teto para o financiamento de imóveis usados pela Caixa Econômica Federal, no último dia 08 de março.

Na ocasião, o banco estatal ampliou para 70% o limite para a tomada do crédito pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH) e para 60% o dos imóveis do Sistema Financeiro Imobiliário (SFI), ante os 50% e 40% praticados para o setor privado, respectivamente, desde maio de 2015.

Com informações da Gazeta do Povo

Deixe sua casa mais fresca no verão com 11 dicas práticas!

Casa abafada é praticamente sinônimo de verão. Se já está preocupado com as altas temperaturas que estão por vir, saiba que alguns truques simples de decoração podem dar uma ajudinha e até diminuir os gastos com ventilador e ar-condicionado.

Confira 11 sugestões e leve mais frescor aos ambientes:

1) Substitua tapetes peludos e de cores escuras ou fortes por peças de fios curtos e tons pastel;

2) Itens de vidro refrescam. Vale investir em espelhos, vasos, quadros de foto com vidro protetor;

3) Excesso de objetos torna os espaços mais abafados. Portanto, retire bibelôs, abajures, artigos de madeira;

4 ) Se for possível, elimine cores escuras das paredes. Dê preferência a tonalidades claras e pastel. Use tinta, papel de parede ou adesivos;

5) Sofás de tecidos pesados, como veludo e camurça, e de cores fortes não combinam com o verão. Que tal cobri-los com capas de panos leves? Entre as opções estão algodão e linho;

6) As mantas de sofá devem ser deixadas de lado nos meses mais quentes;

7) É interessante colocar capas nas almofadas muito escuras. Componha o visual com tecidos leves (linho, algodão, seda) de cores claras;

8) Acha que a cortina está deixando o ambiente “pesado”? Como tirar o forro pode atrapalhar para assistir TV, mude o seu xale. Deixe-o em um tom mais suave;

9) As lâmpadas de LED não aquecem o ambiente como as tradicionais e ainda são mais econômicas;

10) Lance mão de plantas, mas tenha cuidado. É que folhagens muito grandes e volumosas podem carregar locais pequenos e conferir sensação de calor;

11) Quem gosta de fontes tem um motivo a mais para colocá-las na casa. É que a umidade delas colabora com os moradores no verão. A mesma regra se aplica a aquários e outros artigos de decoração com água.

Fonte: vidaeestilo.terra.com.br

Confira 8 segredos de profissionais para sempre acertar na decoração

Quadros, sofá, cama, tapete, cores, estante, prateleira, mesa, estampas, iluminação. Combinar tantos elementos na decoração é um desafio. Você pode até levar jeito, mas o olhar de um profissional sempre torna o espaço melhor. Confira essa lista com dicas valiosas!

  • Antes de comprar, analise o que você já tem

Disponha todos os móveis que já possui no lugar que vai ser decorado antes de tomar qualquer decisão. Por exemplo: se você já tem o sofá e pretende comprar uma mesa de centro e uma poltrona, veja se o espaço é suficiente. Essa é a melhor forma de visualizar a mudança.

  • Acerte no uso das cores

A solução para incluir cores na decoração é investir em uma base neutra, como branco, cinza ou cru, e acrescentar um ou, no máximo, dois tons fortes complementares em detalhes, como mesa lateral, tapetes ou almofadas. Outra solução: pintar apenas uma parede ou escolher um móvel maior, como o sofá, para ser o foco de cor.

02

  • Tenha as medidas sempre em mãos

Antes de sair em busca dos novos móveis, tire a medida do ambiente que deseja decorar. Algumas lojas contam com profissionais que podem ajudar a decidir a melhor medida e modelo do que você pretende comprar.

  • Espelho, sim, mas com moderação

Ele é um curinga. Ajuda a ampliar o ambiente, destacar uma peça de design e tornar qualquer cantinho mais charmoso. Mas, como tudo, deve ser usado com moderação e nunca um espelho de frente para o outro. Eles se refletem e causam uma sensação nada agradável de visão infinita.

  • Teste a tinta

Trocar a cor de uma parede renova o ambiente. A melhor maneira de escolher o tom certo é… testar! Na parede a cor nunca é igual ao catálogo. Por isso, antes de comprar aquele galão enorme, escolha duas ou três opções e faça o teste com latas menores. Saída econômica e eficiente.

  • Elimine coisas desnecessárias

Muitos enfeites, quadros, almofadas tornam o ambiente pesado e difícil de limpar. Se o objeto não tem uma função e não completa o espaço, repense se vale a pena mantê-lo ali.

03

  • Ouse, arrisque, fuja da mesmice

Já pensou em apoiar o quadro em um móvel ou até usá-lo como bandeja em vez de pendurá-lo na parede? Que tal usar modelos de cadeira diferentes na mesa de jantar? Ou ainda aproveitar móveis como criado-mudo? Pode ser um banco e até uma escada. O importante é repensar novas funções para os objetos.

  • Não tenha pressa

Faça as mudanças aos poucos. Dessa forma, você pode se certificar de que aquele desejo por determinado móvel ou objeto é duradouro e se ele realmente vai fazer sentido no ambiente onde você o imagina. Amadurecer uma ideia é sempre bom. Não só na decoração como na vida, não é mesmo?

Fonte: Revista Casa e Jardim

É hora de afastar a umidade e combater o mofo. Veja os 17 primeiros cuidados.

À medida que o outono avança e o inverno se aproxima as casas e apartamentos de Curitiba quase sempre pedem atenção e procedimentos especiais para afastar a umidade.

Associada à menor circulação de ar e diminuição do período e da intensidade da luz solar, a umidade acaba propiciando o desenvolvimento de fungos e com eles os problemas respiratórios e outras reações alérgicas, além de danos a paredes, móveis e equipamentos e mau cheiro.

O mofo não aparece só no inverno, mas a umidade do inverno curitibano é altamente propícia criando todas as condições para o seu aparecimento nos ambientes fechados, escuros, paredes, armários, banheiros, refrigeradores, ar condicionado e latas de lixo, entre outros. E quando o cômodo é face sul, os cuidados devem ser redobrados. Os cômodos com face Sul só recebem a luz solar indireta. O sol nasce no Leste, se põe no Oeste e cruza o céu sem passar pela região meridional.

17 Primeiros Cuidados.

17 Primeiros Cuidados.

  • 1- O primeiro deles é manter os ambientes arejados e secos. E, dentro do possível nessa época, com muita luz solar. O sol é um poderoso germicida.
  • 2- Procure usar tintas antimofo com ingredientes bactericidas e fungicidas nas paredes.
  • 3- Para limpar paredes e outras superfícies afetadas com mofo, use uma mistura de água sanitária e água corrente, numa proporção de uma parte de água sanitária para dez de água corrente. Coloque dentro de um borrifador e borrife nas áreas afetadas e esfregue utilizando uma escova. Seque completamente o local para impedir que o bolor se forme outra vez.
  • 4- Mantenha sempre limpos os equipamentos de ar condicionado, geladeira e interior dos móveis.
  • 5- A umidade pode ser evitada nos móveis usando sachês de giz fáceis de preparar. Use um pedaço de tule, acondicionando dentro dele três ou quatro gizes. Distribua os sachês por todo o armário e troque-os quando umedecerem.
  • 6- Sílica gel também é indicada. Pode ser comprada em sachês ou a granel. A cor azul vira rosa quando está úmida e saturada. Você também pode usar bicabornato de sódio e sal.
  • 7- É aconselhável limpar armários mensalmente com vinagre de álcool, após deixá-los vazios.
  • 8- Em dias ensolarados, deixe a porta dos armários abertas por pelo menos uma hora para ventilar. Se tiver pegando sol, melhor ainda.
  • 9- Procure utilizar armários projetados para boa ventilação. E evite colocá-los em paredes onde não bata sol ou que façam divisa com banheiros ou cozinha.
  • 10- Nos cômodos do imóvel voltados para o Sul e nos menos ventilados e iluminados, é recomendado desencostar camas e armários das paredes. E evitar tapetes, carpetes, cortinas, acolchoados e revestir paredes com papel ou tecido, que retêm a umidade e promovem a proliferação de fungos e bactérias.

Atenção para as indicações

Atenção para as indicações

  • 11- Não guarde a roupa com o plástico que veio da lavanderia. Mudanças climáticas bruscas podem propiciar umidade e mofo na peça embalada. Prefira as capas de algodão ou TNT, para melhor ventilação. E só guarde as roupas se estiverem realmente limpas. Muitas vezes, uma pequena gota de suor, de chuva ou de gordura natural é princípio de problema.
  • 12- Use um desumidificador para manter a umidade relativa do ar entre 30% e 50% ideal para o ambiente doméstico. Você pode medir a umidade relativa do ar com um higrômetro, equipamento disponível em lojas de ferragens, essa providência tem ótima eficiência contra mofos, bolores e similares.
  • 13- Ligue o exaustor ou abra uma janela quando estiver respectivamente cozinhando, no chuveiro ou usando a lavadora de roupas.
  • 14- Utilize produtos antimofo e desodorizadores à venda nos supermercados para amenizar eventual mau cheiro.
  • 15- Novidade no mercado é um dispositivo de aquecimento de parede, feito em painel cerâmico. Ligado à tomada, promove a circulação do ar, aquecendo e afastando a umidade.

Outras dicas para as roupas

  • 16- Se a roupa colorida embolorou, umedeça a área afetada com uma mistura de sal e vinagre branco e coloque no sol. Depois lave com sabão neutro e enxágüe com bastante água. Essa orientação também vale para cortinas, roupas de cama e edredons.
  • 17- Quanto às roupas brancas, remova o mofo com alvejante e sabão neutro em pó. Quando for couro, limpe com pano úmido e espere secar. E então hidrate a peça com produtos próprios para couro e deixe a peça arejando por pele menos dois dias.