Qual a posição solar ideal para seu imóvel?

Tão importante quanto metragem, localização e preço, a posição solar deve ser levada em consideração na hora de escolher o seu imóvel. Isso porque é ela quem vai definir a quantidade de luz que a sua casa irá receber.

No Brasil (hemisfério sul), enquanto um imóvel com fachada leste recebe sol pela manhã, um outro com fachada oeste tem sol pela tarde. Nos imóveis com fachada norte, o sol aparece o dia inteiro (inclusive no inverno). Em imóveis da face sul, o sol não bate com tanta intensidade.

Na prática, isso quer dizer que a melhor fachada em relação à incidência solar depende da região em que o imóvel está localizado. Por exemplo, quanto mais ao norte do país, logo, mais quente, é mais vantajoso optar por uma fachada sul para manter o ambiente menos aquecido. Para fazer uma escolha mais assertiva, é importante visitar o imóvel em diferentes horários, de manhã e à tarde.

Quando o imóvel recebe pouca luz solar, por exemplo, o ambiente pode ficar mais escuro e úmido, o que aumentam as chances de aparecer fungos e ácaros. Nesse caso, o indicado é caprichar na ventilação dos cômodos e na limpeza, já que os ácaros vivem no pó das casas. Jogue fora roupas de cama velhas e evite, também, carpetes e excesso de tapetes.

Também vale ressaltar que nenhuma face é totalmente norte, e apartamentos e casas possuem mais de uma face. Por isso, na hora de escolher o imóvel, verifique qual a face de cada cômodo. Ambientes em que ficamos mais tempo, como quartos e salas, são aqueles que necessitam de um conforto térmico maior. Já banheiros, cozinha e lavanderia são lugares de pouca transição.

Mas, vale ressaltar que cada caso é diferente. Lembre-se de levar em conta todos esses fatores – clima, região, cômodos – na hora de decidir qual a melhor fachada para seu apartamento.

Fontes: Blog do Casamento / Gazeta do Povo